Press "Enter" to skip to content

Os Legistas

Os burgueses do tempo, -comerciantes ou proprietários, orientam, de bom grado, os filhos para o estudo do direito, porque isto os ajudará a defender os seus interesses. Isto mostra a importância que a burguesia atribui à administração da justiça.

No século XIII, a população das cidades começa a contar um grande número de homens de leis de todos os géneros: advogados, procuradores, magistrados e juristas a quem os negociantes ou simples cidadãos recorrem, com frequência, para resolver os seus litígios ou negócios. ( … )

Por isso, os burgueses do tempo, -comerciantes ou proprietários, orientam, de bom grado, os filhos para o estudo do direito, porque isto os ajudará a defender os seus interesses. Isto mostra a importância que a burguesia atribui à administração da justiça( … ).


Todos os legistas defendem, com rigor, o interesse do Estado. ( … )


O Estado que eles concebem não se assemelha ao Estado feudal, com a sua hierarquia complicada e a repartição do poder que o caracteriza: é um Estado laico em que o poder temporal se afirma perante a Igreja e o poder espiritual (…)


Na época de Filipe, o Belo, (o poder) concentra-se nas mãos do príncipe, chefe duma monarquia centralizada.

Régine Pernoud, Ler Origines de la Bourgeoisie